Banner Superior

Como eu emagreci 7 kg em 2 meses


Subi na balança e descobri que estava 15kg acima do meu peso ideal. Após fazer as pazes com meu corpo, consegui perder 7 kg em 2 meses e continuo emagrecendo. Confira!


Mulher dentro do peso

Verão, férias escolar, amigos em casa, churrasco e cervejinha, foi exatamente assim que fiquei bem acima do peso.

Um belo dia, após um longo feriados de festas, subi na balança e para minha surpresa estava pesando 64,50 kg. Imagina este peso todo numa pessoa de 1,49 de altura?! Pois é, estava a menos de 2,5 kg do que havia engordado na gestação da Sophia.

Após encarar essa dura realidade, revolvi fazer as pazes com meu corpo, centrar minha alma e transformar minha vida através da alimentação!

Sem mais delongas, vamos conferir tudo que eu fiz para alcançar o resultado de 7 kg em 2 meses e os hábitos que adotei para vida! =)

1. Faça as pazes com você


Mulher centrada

Quando eu me olhei no espelho, sem ânimo, fatigada, logo me veio a sensação de impotência, de não saber por onde começar e duvidando que conseguiria retomar minha saúde e autoestima. Então eu respirei fundo, aceitei aqueles quilinhos a mais e anunciei ao meu corpo que faríamos mudanças.

Toda reforma precisa partir de dentro, e ao promover uma mudança imediata (como no meu caso), é necessário, de forma respeitosa fortalecer o elo entre corpo, mente e alma.

Comecei a dedicar ainda mais ao meu processo de autoconhecimento, e foi este processo, o divisor de águas para identificar meus pontos de ansiedade e inquietude, as vezes, direcionando para uma compulsão alimentar.

A arte de nos conhecermos, possibilita a admiração pelas conquistas realizadas, nos dá autoridade para lidar com a autossabotagem e nos impulsiona para a dimensão da evolução.   

A dica é: Encontre o que funciona para você! Volte para o centro, faça as pazes com o seu corpo, equilibre sua mente e dê adeus aos julgamentos internos desnecessários. Se dê a permissão para mudar e silencie a autossabotagem!  

2. Inicie uma atividade física


Mulheres praticando exercício físico corrida

Iniciar uma atividade física de forma regular é um grande potencializador para queima de gorduras, auxiliando na perda e manutenção do peso.

A recomendação do  Colégio Americano de Medicina Esportiva (American College of Sports Medicine- ACSM), recomenda junto a uma alimentação balanceada, uma rotina de exercícios de 20 e 60 min por dia, de 3 a 5 dias na semana.

A dica é: Escolha qual tribo tem mais haver com você e se jogue! Não é porque tal amiga faz pilates que você também precisa fazer. Temos uma variedade de exercícios que podem ser realizados ao ar livre, na academia ou no próprio conforto de casa.

Experimente e permita-se sentir a transformação de mente que o exercício físico pode promover!

Após fazer as pazes com o meu corpo e, bem antes da reeducação alimentar, comecei a caminhar e intercalar com a corrida ao ar livre, 50 min por dia de segunda a sexta-feira. Nunca me vi mais viva, mais dona de mim, explorando cada resistência do meu corpo e me sentindo no dever de cuidar da minha saúde física, mental e espiritual.  

3. Melhore seus hábitos alimentares


Mulher comendo de forma saudável

A atividade física sem bons hábitos alimentares não é muito eficiente, afinal, para ter um emagrecimento sustentável, 80 % do resultado depende da alimentação. Mas fique calmo! Agora que você já começou a se exercitar, sua mentalidade começará a mudar e bons hábitos serão uma necessidade natural do seu organismo.
 
Para alcançar objetivos é preciso fazer boas escolhas e colocar um ponto final na autossabotagem, mostrar que quem está no controle agora é você.

Quando for escolher suas refeições pergunte ao seu corpo: - Isso vai nos nutrir?
Alimentar de forma consciente nos deixa mais dispostos, menos ansiosos, mais amáveis, bonitos e felizes!  

Uma coisa fundamental que aprendi após começar a me alimentar de forma saudável é que a alimentação consciente é a maior expressão de amor próprio e cuidado pessoal que uma pessoa pode ter!



Seja generoso com você e evite…
Açúcares, carnes embaladas já temperadas, farinha branca, óleos ultra processados, industrializados em geral, glúten, lactose, consumo exagerado de álcool,  e etc…



Consuma mais...
Prefira sempre as folhas verdes, chás, carnes in natura, oleaginosas, ovos (de preferência caipira), gorduras boas como: azeite, óleo de coco, banha de porco… .

Escolha suas frutas com atenção e nunca deixe faltar o abacate, riquíssimo em nutrientes e gorduras do bem!

Não preciso nem falar da água né? No mínimo 2L de água por dia.
Logo ao acordar tome 200 ml de água e logo em seguida 200 ml de água com 1 limão, isso vai ajudar o fígado a liberar as toxinas.

Quando adotei uma alimentação saudável, logo corri para low carb e confesso que nunca mais penso em sair. Me aprofundei um pouco mais e tenho colhido inúmeros benefícios da cetogênica, que é basicamente a low carb com um pouco menos de carboidratos e mais gorduras boas. Vou falar mais sobre esta dieta em outro post aqui no blog.

4. Evite o consumo exagerado de álcool

Mulher tomando chopp

Resumindo o álcool é extremamente calórico (calorias vazias), interfere na construção muscular e aumenta o armazenamento de gorduras, uma vez que o seu organismo vai utilizar como fonte primária de energia a queima do álcool antes de queimar os demais alimentos ingeridos.

Isso mesmo, evitar não significa parar de beber para perder peso! O importante aqui é fazer boas escolhas e beber com moderação, afinal, ser fit também significa ser feliz!

Com essa metabolização, quando o nosso corpo já tem um veículo de queima ele vai estocar o restante.

Quando você bebe, apenas 20 à 25% do álcool é absorvido pelo seu estômago direto para corrente sanguínea, o restante vai para o intestino e após absolvido, enviado para o fígado para ser metabolizado e virar glicose.

No processo de emagrecimento é no fígado que acontece toda a mágica da metabolização e biotransformação das substâncias que precisam ser eliminadas ou retidas em nosso organismo. O foco é manter o fígado sempre desintoxicado e saudável.

Quando falamos de consumo de álcool o fígado só consegue metabolizar 10 gramas de álcool por hora, o que seria em média uma taça de vinho. O excesso, fica circulando na corrente sanguínea até que o fígado processe toda a quantidade de álcool ingerida.

No dia em que for tomar um drink, ou aquela taça de vinho maravilhosa, priorize as proteínas, deixe o corpo alcalino e intercale a bebida alcoólica com água ou água de coco. Beber água enquanto ingerindo álcool, dilui a quantidade de álcool enviada para metabolização no organismo.

Outra dica importante para minimizar os efeitos negativos de álcool é beber e se alimentar ao mesmo tempo, desta forma o álcool demora mais tempo para ir do trato gastrointestinal, para o fígado levando mais tempo para ser metabolizado.

Minhas considerações sobre o álcool:
Quem me conhece sabe que sou apaixonada por um vinho, e quando resolvi iniciar o meu processo de emagrecimento foi o único que ficou na lista.

A primeira que cortei foi a cerveja. Além do glúten e muitas calorias vazias, a bendita: - Bora tomar uma?  é um fator de risco para mim quando o assunto é auto-controle. É juntar com os amigos e familiares e pronto! Lá se foi um freezer de cerveja, muitas comidinhas rica em carboidratos pobres, ressaca, desidratação e insônia.

Visando essa bomba de descontrole hormonal eu decidi por bani-la até alcançar o meu objetivo de emagrecimento e estruturar o meu auto-controle.

Hoje o meu consumo de álcool é bem moderado. Em ocasiões esporádicas uma ou duas taças de vinho já são suficientes, sempre intercalando com muita água. Além da minha paixão, o vinho é rico em flavonoides e antioxidantes que ajudam no processo de emagrecimento e relaxamento.

Tudo com muita moderação, após uma boa alimentação sem comprometer o treino do dia seguinte.  

Não precisa ser infeliz, basta explorar o elo: corpo, mente e alma. Se respeitar, se amar e se cuidar! #autoconhecimentoliberta.

5. Controle o estresse e trabalhe a ansiedade


Mulher calma e praticando yoga

O que torna o processo de emagrecimento mais duro na minha opinião é a ansiedade para visualizar os resultados.

Todos aqueles quilos a mais não foram parar ali do dia para noite. A paciência precisa ser trabalhada e foi aí que identifiquei uma boa oportunidade terapêutica para trabalhar minha paciência.

Ter tudo sob a ideia de controle é pura ilusão e só coloca mais pressão para o perfeccionismo, gerando um transtorno de ansiedade e obsessão pelos resultados de forma imediata.

Mas no processo de emagrecimento sabemos que o ”stress” é um grande vilão. Quando você fica estressado o seu organismo desencadeia uma porção de reações químicas e eleva a quantidade de adrenalina e cortisol liberados na corrente sanguínea.

Após este processo a adrenalina aliada ao cortisol viaja por todos os seus órgão e tecidos, liberando muito mais açúcar na corrente sanguínea, reduzindo o gasto calórico e aumentando o estoque de gorduras. Conclusão: Aumento de peso e danos a saúde física e mental.  

A grande dica aqui é apostar em atividades relaxante. Tire um momento para estar em sintonia com você mesmo, seja tomando uma xícara do seu chá preferido ou lendo um bom livro.

Também podemos contar com alguns  alimentos que ajudam o corpo a reduzir os excessos de cortisol produzido, são eles: frango, ovos, peixes, alface, brócolis, agrião, oleaginosas, damasco.

Também vale apostar nos chás relaxantes: Camomila, melissa, hortelã e etc...


Para quem não tem problemas com álcool e se o seu corpo aceitar bem, uma taça de vinho não faz mal. Chocolatinho acima de 70% já é um bom chocolate, e se o paladar aceitar com maior porcentagem de cacau melhor ainda. Mais lembre-se, tudo com moderação!

Quem está no controle agora é você!  Não somente visando o emagrecimento, mas também a qualidade de vida como um todo, proporcionando a alma um campo evolutivo sadio. Pense nisso!

Repassando as 5 dicas que funcionaram no meu processo para perder 7 kg em 2 meses:


  1. Faça as pazes com você: Elo perfeito entre corpo, mente e alma
  2. Inicie uma atividade física: Potencializador de queima de gordura
  3. Melhore seus hábitos alimentares: Alimentação saudável é a maior expressão de amor próprio
  4. Evite o consumo de álcool: Moderação é tudo! Você no controle.
  5. Controle o estresse: Tire momentos para você. Pode até comer aquele chocolatinho acima de 70%. Que maravilha!



É isso!

Chegamos ao final deste post, espero que as dicas aqui possam ter te inspirado a dar o 1º passo rumo ao emagrecimento, que a determinação seja seu maior aliado para superação e autoconhecimento!

Lembre-se: Toda mudança pode exigir muito de nós, fisicamente e emocionalmente. Então... seja generoso com você, se ame e se cuide!

Não deixa de me contar aqui nos comentários como são os seus hábitos alimentares, quais foram as metas alcançadas e as dificuldades também, elas fazem parte e nos ajudam a crescer. Estou ansiosa para participar do seu processo pessoal! =)

Postar um comentário

0 Comentários