Banner Superior

Nosso corpo, o responsável pela sensação de bem-estar!


Nosso corpo, o responsável pela sensação de bem-estar!


Sempre quando nos referimos a saúde, imediatamente pensamos em bem-estar, mas você já parou para realmente pensar no que significa essa palavra?

De acordo com o dicionário o termo bem-estar significa “estado de satisfação plena das exigências do corpo e/ou do espírito. Sensação de segurança, conforto, tranquilidade.”

O significado dessa palavra, parece algo simples e fácil de se entender! Mas e na prática? Será mesmo que é tão simples alcançar um estado de plena satisfação física e espiritual?

Segundo psicólogo Tal Ben-Shahar a busca pela felicidade é algo ancestral, mas na atualidade tem sido cada vez mais difícil se sentir satisfeito, já que temos a possibilidade de escolher e mudar a todo o tempo.

Nossas expectativas estão cada vez mais elevadas e isso foi reforçado pelo advento das redes sociais, que nos mostram pessoas sorridentes, casais perfeitos e viagens incríveis. Sem nos dar conta, mergulhamos em um mundo em que se não alcançarmos determinado resultado, nos sentiremos no caminho errado.

Além disso, existe também o bem-estar físico que influencia também no bem-estar emocional.

O consumo de industrializados, o excesso de carboidratos, a deficiência de fibras e o sedentarismo faz com que nosso organismos não funcione da forma correta, impactando diretamente no âmbito emocional.

No artigo de hoje, vamos nos aprofundar no termo bem-estar e aprender como trazê-lo de forma efetiva para nossa vida, mesmo que ela não seja perfeita!



O bem-estar no mundo real

Embora exista uma definição no dicionário para bem-estar, manter-se nesse estado é algo muito subjetivo, exceto quando estamos falando de mazelas físicas.

A sensação de bem-estar é influenciada por diversos fatores pessoais como, seu ambiente familiar, de trabalho, seus valores, a capacidade de socialização, o modo como enfrenta os problemas e também a sua saúde física.

Esses fatores formam uma equação única para cada indivíduo e não existe certo e errado. Entretanto, nem todas as pessoas se preocupam de forma consciente sobre como alcançar um estado de bem estar social, físico e emocional.

Projetos, como o nosso, da Estilo Funcional existem exatamente para trazer a tona essa consciência e gerar uma reflexão acerca do modo que estamos vivendo.

O bem-estar e a importância dos neurotransmissores

As emoções, boas ou ruins, são geradas em nossos cérebros pelos chamados neurotransmissores.

Já existem pesquisas falando também sobre a influência do trato gastrointestinal na regulação de nosso humor, já que os microrganismos encontrados no intestino produzem boa parte dos neurotransmissores que há em nosso cérebro.

A serotonina e a dopamina são conhecidas por serem os neurotransmissores do bem estar, que por sua vez influencia o nosso comportamento.

Serotonina

A serotonina é responsável por nos fornecer as sensações de bem-estar, confiança, gratidão e positividade e influencia muito no modo como interagimos com o mundo e as pessoas.

A deficiência desse neurotransmissor pode causar:

  • Fadiga
  • Falta de atenção
  • Problemas para dormir
  • Irritabilidade e mau-humor
  • Ansiedade
  • Compulsão alimentar 

Como provocar o bem-estar intencional usando a serotonina?


  1. Acrescente a sua alimentação alguns desses alimentos: cacau, verduras com cor verde escura, banana, abacaxi e atum.
  2. Faça um diário da gratidão e registre suas conquistas, momentos felizes e coisas e situações as quais você é grata.
  3. Insira a prática de exercícios em sua rotina, mesmo que aos poucos.


Dopamina

A dopamina promove as sensações de contentamento, motivação e auto realização. Afeta muito nosso cotidiano em relação a projetos e metas. Além disso é importante para regulação motora dos movimentos voluntários.

A deficiência desse neurotransmissor pode causar:

  • Desmotivação e procrastinação
  • Falta de interesse por atividades que sempre gostou
  • Falta de propósito em relação a vida
  • Perda na capacidade de sentir prazer

Como gerar bem-estar através da dopamina?


  1. Insira no seu dia-a-dia alguns alimentos como: maçã, abacate, cúrcuma, chá verde, melancia e feijão.
  2. Tenha metas e objetivos: para que seja efetivo é necessário traçar pequenas metas e objetivos, que sejam possíveis de realizar a curto prazo. A cada início e fim de alguma etapa, a sensação de bem-estar será estimulada pela dopamina.
  3. Faça atividades que você goste: ouça as músicas que você gosta, assista filmes que te agradem, pratique um hobby ou exercício que goste.
  4. Faça atividades que exigem concentração: meditação, tricô, fotografia, costura, desenho e afins.

O bem-estar e a consciência sobre nossas expectativas

Já ouvi muitas pessoas dizerem: “é melhor não ter expectativas para não se frustrar depois”. Mas será que isso está correto?

Quem somos nós sem nossos sonhos e projeções? O que nos move além do que já somos e do que já temos? Exatamente, são as expectativas!

A projeção de um futuro desejado é completamente natural para qualquer pessoa, fazemos isso e às vezes sequer percebemos. Mas é justamente isso que nos traz motivação, força e coragem.

O grande problema é quando esse futuro desejado não se concretiza e automaticamente nos sentimos frustrados, perdidos e desanimados.


As interferências das forças da vida

Ter expectativas e sonhos é muito saudável, mas a partir do momento que tornamos essas expectativas inflexíveis, com apenas um resultado possível, esse movimento passa a ser prejudicial ao nosso bem-estar.

Não podemos ignorar as interferências das forças da vida, essas forças podem ser qualquer coisa que não dependam de nós mesmos.

Isso significa que quando traçamos um plano, devemos considerar que somos o principal membro desse planejamento, porém não o único, outros fatores terão influência e poderão mudar o curso do que foi traçado. E tudo bem!

A dor faz parte da vida, mas entender que em muitos casos as coisas não acontecerão conforme nossas expectativas e que isso faz parte da nossa jornada é a chave para cultivar o bem-estar na maior parte do tempo.

Como diminuir a frustração e cultivar o bem-estar?

Aqui vão alguns exercícios e pensamentos que você pode utilizar para trabalhar a sua frustração em momentos difíceis:

Pensamentos de bem-estar:

  • A vida segue o fluxo correto para a minha evolução e para o bem comum
  • Estou aberta às lições e possibilidades que a vida é capaz de trazer
  • Tomei uma decisão errada, mas me perdoo, pois sou humana, passível de falhas e em constante evolução

Exercícios de autoconhecimento e compreensão (responda para si mesma) :

  • O que posso aprender nesse momento?
  • Eu poderia ter tomado uma decisão diferente? Qual?
  • Como posso agradecer pelas lições aprendidas?
  • Qual o próximo passo para a vida que eu quero? E o que farei diferente dessa vez?


Eu posso afirmar que você se encontrou em algum aspecto desse texto, comente aqui o que você sentiu e qual a parte que você mais se identificou!

Postar um comentário

0 Comentários