Banner Superior

Cúrcuma (açafrão da terra): potencializando as funções do seu corpo


Cúrcuma (açafrão da terra): potencializando as funções do seu corpo

A cúrcuma está inserida a muito tempo no nosso dia-a-dia e em suma a usamos como tempero para alguns alimentos.

Embora muitas doenças na atualidade tenham sido eliminadas e controladas, convivemos com algumas outras que só tem aumentado, como o câncer e doenças degenerativas do cérebro.

Esse “simples tempero” tem se mostrado, em pesquisas recentes, um excelente auxiliar na melhoria de funções do corpo como um todo, inclusive combatendo e prevenindo doenças graves e que ainda não temos completo controle.

No artigo de hoje vamos entender como cúrcuma pode ser a sua aliada para manter o seu organismo em equilíbrio.

O que é a cúrcuma?

A cúrcuma é uma planta da família do gengibre oriunda da Ásia, também é chamada de açafrão da terra, gengibre amarelo ou raiz de sol. É muito utilizada em pó como condimento ou corante.

Além de tempero a cúrcuma também é há muito usada como uma erva medicinal pelos indianos, entretanto somente a pouco tempo a medicina convencional começou a levantar estudos de qualidades sobre o tema.

A cúrcuma tem como principal ativo a curcumina, uma substância com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes potentes.

Como a curcumina age?

Em estudos recentes feitos com a cúrcuma foram usados extratos que possuem uma quantidade concentrada de curcumina, foi descoberto então que essa substância sozinha não é muito bem absorvida pelo nosso corpo.

O ideal é que ela não seja consumida sozinha, para melhor aproveitamento, temos aqui duas dicas de consumo.



Dica 1 - Pimenta preta
A dica aqui é consumir a cúrcuma com pimenta preta, pois ela estimula a absorção de nutrientes da curcumina, aumenta o transporte ativo de aminoácidos e aumenta a biodisponibilidade, o que faz com que o corpo absorva melhor os suplementos.

Na culinária indiana a cúrcuma e a pimenta preta sempre estiveram juntas em um tempero muito famoso chamado Curry. Será que é por acaso?

Dica 2 - Óleo de coco
Outra dica interessante é consumir a cúrcuma com Óleo de coco, já que a curcumina é uma substância lipossolúvel (dissolvida em gordura).


A curcumina protege o corpo dos radicais livres (que causam danos em nosso corpo) e ainda estimula as enzimas antioxidantes (que combatem os radicais livres).
Ou seja, ingerir cúrcuma regularmente ajuda a reduzir os danos causados pelo estresse, poluição e envelhecimento.

E esse é só um dos diversos benefícios que essa substância traz ao nosso organismo.

Os benefícios da cúrcuma para o corpo

Se pudermos escolher apenas um adjetivo para a cúrcuma, podemos considerá-la um desinflamatório universal do nosso organismo. A curcumina atua em diversas frentes do nosso metabolismo, equilibrado e estimulando as funções do corpo.



Os benefícios são inúmeros:

  • Melhora sintomas de cólicas menstruais e intestinais
  • Melhora dores musculares em pessoas que tem fibromialgia e que treinam pesado na academia
  • Alivia dores de tendinite, artrite e contusões
  • Prevenção e talvez, de acordo com estudos, no tratamento do câncer
  • Prevenção e talvez, de acordo com estudos, no tratamento do Alzheimer
  • Melhora na imunidade
  • Efeito anti inflamatório comparado a drogas medicinais
  • Melhora azia, queimação e dores estomacais
  • Minimiza efeitos dos radicais livres
  • Aumenta as enzimas antioxidantes
  • Alivia e trata inflamações crônicas 
  • Aprimora as funções do cérebro, previne e pode até reverter doenças cerebrais
  • Diminui o risco de doenças cardíacas 
  • Ameniza quadros de depressão, elevando os níveis de serotonina e dopamina
  • Auxilia no emagrecimento com o processo de desinflamatório do corpo

Como devo consumir a cúrcuma?

Muitas pessoas consomem a cúrcuma ao longo do dia, como tempero dos alimentos, entretanto em geral esse uso não supre a quantidade diária ideal de cúrcuma.

O momento ideal, não só para ativar o organismo mas também para criação de hábitos, é tomar em jejum pela manhã:

200 a 300 ml de água, meia colher de chá de cúrcuma e uma pitada de pimenta preta (ou uma colher de óleo de coco), durante duas semanas em cada mês.

É possível acrescentar meio limão a essa mistura!

Para obter efeitos terapêuticos mais profundos, existem no mercado extratos concentrados de curcumina+piperina (pimenta preta) com até 500MG.

Lembre-se: antes de consumir extratos concentrados, consulte seu médico.

Tratamentos de pele a base de cúrcuma

Os benefícios da cúrcuma não se limitam a parte interna do nosso corpo, é possível usá-la em receitas caseiras para melhorar o aspecto da pele.

Devido às suas propriedades anti inflamatórias e bactericidas a cúrcuma pode auxiliar no tratamento de:

  • Pele acneica (secando as espinhas)
  • Dermatite do couro cabeludo (eliminando a caspa)

Receita com cúrcuma, para ser usada duas vezes por semana na pele e/ou couro cabeludo

1 colher de sobremesa de cúrcuma
1 colher de sobremesa óleo de coco
1 colher de sobremesa vinagre de maçã orgânico

Misture todos os ingredientes até formar uma pasta, aplique no rosto ou couro cabeludo com um pincel, deixe agir por 30 minutos e enxágue.
Se for aplicar com as mãos utilize luvas, pois o pigmento amarelo é forte e poderá penetrar debaixo de suas unhas.
(Fonte: Youtube/Canal Patricia Elias)


Todo mundo pode usar cúrcuma?

Qualquer suplemento natural ou não que seja tomado de forma contínua deve ser acompanhado pelo seu médico de confiança.

Em geral a cúrcuma não apresenta nenhuma contra-indicação, exceto para os casos abaixo:

  • Grávidas
  • Lactantes
  • Crianças
  • Pessoas que tem pedra na vesícula
  • Pessoas que tomam medicamento contínuo (consulte seu médico)


Para as situações descritas é imprescindível consultar um médico, não coloque em risco a sua saúde ou de seu bebê!

Gostou de saber mais sobre esse potente alimento? Continue em nosso blog e acompanhe as novidades!

Postar um comentário

0 Comentários