Banner Superior

Óleo de Prímula: o aliado da saúde feminina

Óleo de Prímula: o aliado da saúde feminina

Você já ouviu falar do óleo de prímula!? Esse óleo tem se tornado popular entre as mulheres! Ele promete melhorar a nossa tão temida TPM tendo ainda muitos outros benefícios associados.

O que é óleo de prímula?

O óleo é extraído das sementes da planta chamada Prímula ou “Evening Primrose”, tem esse nome pois suas flores abrem ao anoitecer. Já é usado constantemente na medicina indígena e possui resultados terapêuticos.

Vamos entender de forma mais profunda a ação do óleo de prímula!

Óleo de prímula para que serve? 

Para entender para que serve o óleo de prímula, vamos conhecer também as suas propriedades. O óleo de prímula contém ácido gama-linolênico (AGL).

Grave esse nome, pois é ele que traz todos os benefícios que veremos no próximo tópico!

O AGL pode ser fabricado pelo nosso corpo por meio de outras fontes de gordura que consumimos, entretanto o óleo de prímula contém a quantidade que é satisfatória para promover melhorias em nosso organismo.

O nosso corpo converte o AGL em prostaglandinas (outro nome para gravar!), que é uma substância parecida com nossos hormônios e que ajuda a equilibrar as funções corporais.

Nosso organismo produz dois tipos de prostaglandinas: inflamatórias e anti-inflamatórias. O composto que existe no óleo de prímula é altamente anti-inflamatório e atua bloqueando as prostaglandinas inflamatórias.

É exatamente por essa ação que o óleo de prímula traz tantos benefícios.

Agora que você sabe tudo de ácido gama-linolênico (AGL) e prostaglandinas vamos conhecer todos os benefícios que o uso diário do óleo de prímula pode trazer.


Os benefícios do óleo de prímula 

A mulher, como ser vivo, tem suas particularidades, uma delas é nosso ciclo menstrual e a outra é quando esse ciclo menstrual decide terminar de vez: a chamada menopausa.

Ambas as fases promovem mudanças hormonais e fisiológicas em nosso corpo, a menstruação em menor escala e depois a menopausa de forma mais profunda.

Essas mudanças afetam nosso saúde física e mental e tendemos a usar hormônios sintéticos para regular essa disfunção.

Muitas mulheres inclusive, optam por não menstruar usando contraceptivos sem pausa, a fim de evitar os sintomas do seu ciclo menstrual.

O que o anticoncepcional tem a ver com o óleo de prímula?

Em nossa geração tem acontecido um movimento marcante: muitas mulheres estão deixando de tomar anticoncepcional e muitas outras querem deixar de tomar mas tem medo dos efeitos colaterais que são imprevisíveis, afinal quem usa, está a anos controlando o seu corpo com hormônios artificiais.

Muitas começaram a tomar pílula na adolescência e se quer conhecem o funcionamento real do seu corpo.

Quando esse hormônios sintéticos, de uma hora pra outra, não são mais fornecidos, o nosso corpo precisa trabalhar para estabilizar o nosso organismo de forma natural, é aí que surgem muitos efeitos que não estávamos esperando.

O que pode acontecer quando paramos o anticoncepcional:


  • oscilações no humor
  • oscilações no peso, para mais (o apetite pode aumentar e pode haver indisposição para atividade física) e para menos (alguns anticoncepcionais podem causar retenção de líquido)
  • ciclo menstrual desregulado e mais intenso
  • intensificação das cólicas menstruais
  • aumento dos sintomas da TPM (tensão pré-menstrual)
  • aumento de oleosidade e acne na pele
  • aumento de pelos
  • aumento da libido


Porque as mulheres estão deixando de tomar contraceptivos hormonais? 


Em suma a popularidade dos anticoncepcionais tem caído devido aos seus efeitos colaterais de curto e longo prazo.

É certo que os efeitos mencionados acontecem numa parcela muito pequena das mulheres, entretanto muitas preferem não correr o risco, mesmo que seja mínimo.

Efeitos colaterais de curto prazo

Aumento de peso, diminuição da líbido, alterações no ânimo, perda de massa magra e enxaqueca

Efeitos colaterais de longo prazo

Câncer de mama e pele, hipertensão, AVC, trombose e depressão

É nesse momento que o óleo de prímula entra como o protagonista da história ajudando a equilibrar a nossa função hormonal.

Benefícios do óleo de prímula para o corpo da mulher


  • redução de irritabilidade, dores de cabeça e dos seios decorrentes da TPM
  • proporciona equilíbrio dos hormônios  femininos (estrógeno, progesterona e prolactina) ajudando a cessar as ondas de calor na menopausa
  • combate inflamações associadas à endometriose
  • melhora na elasticidade da pele
  • fortalece os fios de cabelo
  • auxilia no controle de surtos de acne de causa hormonal
  • aumenta a tolerância a exposição dos raios ultravioleta


Óleo de prímula emagrece? 

Diretamente o óleo de prímula não exerce realmente essa função, mas ele é sim um importante aliado no emagrecimento, já que ajuda a combater a inflamação que é causada pelo o excesso de peso.

Auxilia também no equilíbrio hormonal, o que por si só, já evita e retenção de líquidos e ainda estimula o corpo a gastar as gorduras armazenadas.


O óleo de prímula é só para mulheres?

O óleo de prímula soa como um elixir para os problemas femininos! Mas os seus benefícios não param por aí.

Vamos relembrar que o  ácido gama-linolênico (AGL) é convertido em prostaglandinas anti-inflamatórias. Ele pode ser usado para auxiliar no combate a diversos sintomas de doenças inflamatórias que atingem também o sexo masculino, veja só:


  • artrite reumatóide
  • dermatite atópica
  • rosácea
  • acnes inflamadas


Para quem não é indicado o óleo de prímula?

O composto desse óleo trabalha para equilibrar os hormônios, portanto as pessoas do grupo abaixo não devem fazer o uso desse suplemento, exceto em casos que um médico de sua confiança indicar.


  • pessoas com problemas neurológicos 
  • pessoas com distúrbios hemorrágicos 
  • esquizofrênicos
  • gestantes


O óleo de prímula é um composto natural, não apresentando efeitos colaterais nocivos ao organismo, entretanto, muito raramente o paciente pode ter náuseas ou enjoos, caso isso aconteça, basta suspender o uso.

Como consumir o óleo de prímula

Em geral você poderá encontrar o produto em cápsulas, o valor varia muito, de acordo com a loja ou marca, por isso escolha um estabelecimento de sua confiança.

A dose diária pode variar entre 500mg a 1000mg, isso deve variar de pessoa para pessoa. As doses devem ser tomadas antes das principais refeições.

Gostou de conhecer mais sobre o óleo de prímula e como ele pode ser seu aliado na saúde? Se você parou de tomar anticoncepcional e enfrentou efeitos inesperados comente aqui embaixo e conte para nós! :)


Postar um comentário

0 Comentários