Banner Superior

O que os especialistas estão dizendo sobre a saúde mental da mulher?



O que os especialistas estão dizendo sobre a saúde mental da mulher?


Janeiro é o mês da conscientização sobre a saúde mental, para esse tema foi lançada a campanha “Janeiro Branco” e a Estilo Funcional não poderia deixar de apoiar essa causa.

Ter uma saúde mental de qualidade e equilibrada envolve diversos fatores, bem como quando falamos de transtornos mentais.

Uma gama de doenças, condições, sintomas físicos, comportamentais e emocionais são classificadas como transtorno mental.

A falta de atenção a esse setor da nossa vida, faz com que diversos paciente que chegam nos consultórios médicos preencham os requisitos de depressão.

Alguns estudos indicam que as mulheres são acometidas por transtornos depressivos ou de ansiedade com maior frequência do que os homens quando o motivo não é o uso de drogas e álcool.

No artigo de hoje vamos falar em específico sobre como anda a saúde mental da população feminina no Brasil e no mundo e como fazer para melhorar a qualidade de vida a partir dessa vertente fundamental em nossa vida.

O que é saúde mental?

A saúde mental é por definição o termo que usamos para caracterizar o nível de qualidade mental ou emocional do indivíduo. O conceito de saúde mental é muito mais amplo do que apenas a ausência de transtornos mentais.

Esse termo também inclui a capacidade de trazer equilíbrio para o cotidiano por meio da inteligência emocional e resiliência psicológica.

Quais são os motivos que fazem a mulher ser mais propensa a ter transtornos mentais?

A mulher tem cerca de duas vezes mais chances de ter desequilíbrios em sua saúde mental, devido a fatores biológicos e hormonais, além disso, somos diferentes dos homens ao encarar os problemas cotidianos.

Veja alguns motivos:

  • Variações hormonais nas diferentes fases do ciclo reprodutivo.
  • TPM - Tensão Pré Menstrual.
  • TDPM - Transtorno Disfórico Pré Menstrual, com sintomas mais graves que a TPM em todos os âmbitos: físico, emocional e comportamental.
  • Assumir múltiplos papéis na sociedade atual
  • São mais propensas a serem vítimas de abusos psicológicos e físicos
  • Característica emocional e comportamental de trazer os problemas para si


Fases de maior manifestação de depressão na mulher


  • Período menstrual
  • Gravidez
  • Menopausa

Nesses períodos o corpo da mulher fica sobrecarregado devido a quantidade de hormônios, isso pode acarretar numa produção menor de serotonina, deixando a mulher mais suscetível a desequilíbrios em sua saúde mental.

A gravidez e a saúde mental da mulher

Em qualquer fase do seu período reprodutivo há um festival de hormônios no corpo feminino, o que impacta diretamente na saúde mental.

Após ter um bebê o corpo da mulher sofre uma queda acentuada de hormônios. Até que esses hormônios voltem a níveis considerados normais a mulher pode se sentir lenta, deprimida e cansada.

Além da questão biológica não podemos esquecer dos fatores emocionais e rotineiros: nos primeiros dias da maternidade a mãe sofre um período de privação de sono intenso, que afeta diretamente a sua capacidade cognitiva de resolver pequenos problemas.

Esse impacto na saúde mental acarreta em preocupações como:
“Se não consigo resolver esse pequeno problema, como serei capaz de suprir as necessidade do meu filho(a)?”.

Há ainda a mudança física que ocorre no corpo da mulher, ela pode se sentir menos atraente e ficar preocupada com a sua identidade feminina.

Nenhum fator isolado é determinante para que a mulher desenvolva algum transtorno e sim o conjuntos de diversos fatores.


baby blues

Esse estado na mulher é conhecido também como tristeza materna e pode ocorrer em até 80% das mulheres no segundo ou terceiro dia após o parto, sendo que pode se estender no máximo até duas semanas.

Sintomas baby blues: insônia, ansiedade, episódios de choro, mudanças de humor

A depressão pós parto

Em sua fase inicial a depressão pós parto tende a ser confundida com o baby blues, entretanto são estados diferentes.

Esse estado pode ocorrer nas primeiras semanas após o nascimento do bebê, mas também pode acontecer de surgir em até 6 meses após o parto. Costuma ocorrer em até 10% das mulheres.

A mulher que encontra-se nesse estado deve procurar ajuda de familiares e amigos para apoiá-la com o recém nascido e procurar um médico psiquiatra e um psicólogo para ínicio do tratamento, que ao ser diagnosticado pode ser tratado e curado.

Se você é amiga ou familiar de uma mulher nessas condições ofereça ajuda, se necessário marque a consulta e vá junto ao médico.

Sintomas da depressão pós parto:


  • Mudanças severas de humor
  • Não consegue construir vínculo com o bebê
  • Isolamento
  • Choro constante
  • Falta de energia para atividades diárias
  • Raiva intensa
  • Falta ou excesso de apetite
  • Insônia ou Hipersônia
  • Sentimento de medo e/ou culpa por não ser uma boa mãe
  • Baixa concentração
  • Ataques de pânico
  • Crises de ansiedade
  • Pensamentos recorrentes de morte, suicídio ou relacionados a prejudicar o bebê


Como ter uma saúde mental melhor?

Cuidar da saúde mental não diz respeito apenas a tratar dos sintomas, por exemplo, de uma depressão pós parto, mas também prevenir estados mentais que possam se agravar.

Como prevenir transtornos e preservar a saúde mental?


  • Mantenha se ativo fisicamente e intelectualmente
  • Sempre reforce os seus laços de amizades e familiares
  • Procure terapias holísticas para relaxamento e bem-estar
  • Mantenha uma boa alimentação que favoreça o seu corpo e consequentemente a sua mente
  • Cultive hobbies e interesses
  • Visite o médico e o terapeuta regularmente


Já estou com depressão e agora?

Estar em estado depressivo não é uma coisa simples e nem fácil, mas tem sim solução! O mais importante nesse momento é procurar ajuda profissional especializada.

Se sentir que não está mais conseguindo lidar sozinha com as coisas a sua volta, procure um terapeuta ou psiquiatra.

E lembre-se: Seja a mulher que você der conta de ser, um dia de cada vez!

Faça melhores escolhas para sua saúde mental com a Estilo Funcional

A Estilo Funcional desenvolve protocolos exclusivos de alimentação, terapias holísticas e exercícios físicos para que você cuide da sua saúde como um todo, inclusive prevenindo doenças da mente!

Quer conduzir a sua rotina de maneira equilibrada e preservando a sua saúde mental? Clique aqui e marque a sua sessão de Lifecoach online!



Postar um comentário

0 Comentários